Google+ Followers

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Nova Eleição em Rolândia?


A Coligação integrada por PT-PPS-PCdoB-PCB e seu candidato a Prefeito Fábio Nogaroto, ingressou na tarde de hoje com Recurso contra a Diplomação do prefeito reeleito de Rolândia, João Ernesto Joni Lehmann e seu vice José Danilson. O feito deverá ser remitido ao Tribunal Regional Eleitoral - TRE. Para a Coligação, Joni e Danilson atentaram gravemente contra a lisura do pleito eleitoral de 2012, por meio do uso irregular da máquina pública e demais meios ilícitos em favor de suas candidaturas. Portanto, é forçoso reconhecer que a decisão pela diplomação dos mesmos está em manifesta contradição com as provas reunidas pela Justiça Eleitoral nas demandas judiciais anteriormente propostas e que versam sobre os seguintes casos: 1)- uso indevido do site da prefeitura para auto-promoção do prefeito; 2)- caso dos holerites; 3)- caso das cestas básicas (envolvendo o Vereador situacionista Paulo Santis - PTB) e 4)- caso Tribuna do Vale do Paranapanema. As provas, que envolvem condenações judiciais já publicadas, demonstram que a reeleição do ora Prefeito foi viciada no processo de eleição e de votação, a partir do abuso de poder econômico e político, uso indevido dos meios de comunicação e da máquina pública, captação ilícita de sufrágio e demais meios que são enquadráveis no que alguns autores consideram como vale tudo eleitoral. A Carta Magna considera que a concretização do direito de acesso às funções públicas está condicionada à realização de eleições legítimas, desta forma entendidas pela ausência de influência indevida na liberdade de voto, seja através da influência do poder econômico, do abuso do poder político e da corrupçãoNo caso de Rolândia, a conjugação de todos estes fatos serviram para o desequilíbrio do pleito, restando o processo eleitoral e de votação viciados, e, portanto, ilegítimos! Por estes motivos, a Coligação Novo Tempo Rolândia requer que se decrete a nulidade da proclamação do resultado da eleição majoritária para o Município de Rolândia em 2012, seguida da consequente decretação da invalidade da diplomação dos recorridos, Joni Lehmann e José Danilson, determinando a realização de novas eleições entre os vencidos (Eurides/Márcio e Fábio/Farina) para restabelecer a legalidade do pleito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário