Google+ Followers

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Sobre o risco Brasil e a crise no setor elétrico...


ENERGIA: A crise no setor elétrico terminará em nosso bolso! Os empréstimos bilionários para socorrer os prejuízos das distribuidoras de energia elétrica vão gerar um aumento mínimo de até 30% nas tarifas, que serão repassados à conta de luz dos consumidores a partir de 2015, segundo O Globo. Há apenas dois anos, Dilma anunciou uma redução na tarifa de luz que hoje se revelou mais uma medida populista e irresponsável!

CRÍTICA: A crise de credibilidade do governo Dilma também repercute negativamente no exterior. Segundo o Financial Times, o país precisa de um choque de credibilidade. "Se Dilma não entregá-lo, as eleições presidenciais o farão" afirma a publicação. Segundo o veículo britânico, os compromissos da presidente em conferir independência ao BC e substituir Mantega por Tombini no Ministério da Fazenda seriam bem-vindos.

RISCO:  O Deutsche Bank (maior banco da Alemanha) rebaixou a classificação dos títulos da dívida brasileira. Para a instituição, investir no Brasil “não compensa o risco de uma contínua deterioração dos fundamentos econômicos caracterizados por estagflação, piora no balanço de pagamentos, além da deterioração da qualidade fiscal”. Segundo a Agência Brasil, a dívida do governo federal alcançará 2,3 trilhões de reais ainda em 2014.

terça-feira, 22 de julho de 2014

É hora de mudar, Brasil!!!



Já temos o menor crescimento econômico desde o governo Collor. Em maio o governo petista conseguiu atingir: A menor criação de postos de trabalho desde 1992; O pior resultado das contas públicas e o maior déficit em conta corrente de toda a série histórica! E teremos: A maior taxa Selic desde 2006 e o descumprimento da meta de inflação, com a maior variação de preços desde 2002. Infelizmente, o governo Dilma está rasgando tudo o que foi construído em 1994, com o Plano Real. Muda Brasil!!!

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Alerta: Administração pode cometer improbidade!


Na edição 502 do JR foi publicada a matéria 'Comdema: jurídico vai tomar providências quanto à cassação de Funasa' onde o secretário municipal de Finanças, João Marcos Cremonezi Rocha, afirma que poderá ir à justiça para "repensar esta situação". Isto posto, indagamos: Como poderá o erário público custear um processo que visa anular uma decisão do Conselho? Como pode, ainda, o secretário de Finanças interferir em uma decisão de caráter pessoal do Sr. Paulo Roberto de Oliveira que, inclusive, já declarou a imprensa local que irá acatar a Decisão? Como, mesmo em situação inversa, é possível utilizar a estrutura do Estado em favor de um membro (do poder público) em desfavor dos demais (da Sociedade Civil)? Não seria uma invasão das atribuições internas do Conselho? Seria Justo? Seria Moral? Seria Ético? Seria Legal? São indagações fáceis de serem respondidas!

Duas notas sobre o anti-Sionismo...

Parlamentares do PT, PCdoB, PSOL em campanha contra Israel.
Nenhuma novidade: É um fato histórico que tanto o nacional, quanto o internacional socialismo sempre foram anti-semitas e, agora, diante da reprovabilidade geral do termo, se tonaram anti-sionistas. A finada União Soviética financiou, armou e apoiou (durante décadas) os países árabes em suas tentativas frustradas de 'lançar os Judeus ao mar'. Atualmente, dos países árabes, apenas Egito e Jordânia mantém relações diplomáticas e fronteiras abertas com Israel. Das nações sul-americanas, Cuba, Nicarágua, Bolívia, Chile e Venezuela (mais à esquerda) romperam relações diplomáticas com o Estado Hebreu. 

Fato histórico: Inegavelmente, os atentados e agressões contra Israel tiveram muitas roupagens ao longo da História: Nos tempos antigos, Israel foi escravo no Egito e cativo na Babilônia. Na idade média, foi queimado por sua Religião... Durante o nacional socialismo foi escravizado e exaurido por constituir uma "raça" e no stalinismo por ser um Povo... Atualmente é combatido por ter a ousadia de construir (em meio ao império do totalitarismo e fundamentalismo) um Estado Democrático Avançado, onde imperam as Liberdades Individuais, Religiosas, Políticas e Econômicas!

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Legítima defesa de Israel!


O Estado Hebreu, novamente, é forçado a exercer seu legítimo direito de defesa face às centenas de atentados terroristas diários cometidos pelo Hamas. Infelizmente, notamos que alguns setores da esquerda apresentam uma versão distorcida, superficial e unilateral do conflito, transformando Judeus em algozes e palestinos em vítimas. Esquecem-se que, no caso em tela, é o Hamas quem não quer a Paz, além de pregar abertamente a aniquilação total de Israel! Inegavelmente, trata-se da ressurreição moderna do velho anti-semitismo, agora travestido de uma agenda pró-palestina e anti-Israel!

terça-feira, 15 de julho de 2014

Indústria amarga déficit recorde!


RECORDE: De acordo com O Estado de S.Paulo, nos últimos 12 meses, nossa indústria teve um déficit recorde de US$ 106,44 bilhões de dólares em transações com o exterior. Entre os fatores apontados pela reportagem para o baixo desempenho do setor estão a lenta recuperação da economia mundial e o baixo ritmo de atividade econômica no Brasil. 
APOSTA: Para analistas ouvidos pela reportagem, precisamos apostar em acordos bilaterais, investir em infraestrutura e na redução dos custos de produção. Para tanto, urge combatermos a corrupção, burocracia e a carga tributária exorbitante, a insegurança jurídica, regulamentações excessivas, etc... Eis alguns desafios para o futuro Presidente!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Funasa declara que irá acatar decisão!


Em entrevista ao Jornal de Rolândia, edição 501, o presidente destituído do COMDEMA Paulo Roberto de Oliveira declarou: "Vou acatar essa decisão e sair mesmo". Funasa, como é conhecido, foi cassado por sete votos a zero por se recusar a acatar as decisões do Plenário, negando-se a subscrever e dar o devido encaminhamento a três atos deliberativos devidamente discutidos e aprovados, infringindo o disposto no Art. 6o, incisos VI e XII do Regimento Interno. Funasa declarou ainda que deseja continuar como membro do Conselho o que lhe é facultado, já que a decisão do Plenário é restrita ao descumprimento de suas atribuições como presidente não alcançando, portanto, sua condição de conselheiro.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

COMDEMA: Conselheiros cassam presidente!

O presidente cassado Paulo Roberto de Oliveira (Funasa)

Em reunião extraordinária realizada no Sindicato Rural e convocada por 1/3 dos Conselheiros com direito a voto, o presidente do COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Rolândia) teve o mandato cassado por 7 x 0. 

As razões apresentadas por Funasa em reunião anterior e publicadas por Manchete do Povo foram desconsideradas face ao flagrante descumprimento ao Art. 6o, incisos VI e XII do Regimento Interno (Resolução 01/2009).
 Funasa será notificado nos próximos dias.

Apesar de convidados, o presidente Funasa e o secretário Márcio Kolarovic não compareceram. Horas antes da reunião, Funasa e Kolarovic enviaram e-mails a diversos Conselheiros em uma tentativa desesperada e infrutífera de esvaziar a importante reunião. 

O pesadelo não acabou...


Se o pesadelo no futebol foi triste, mais triste ainda é nossa atual situação política e econômica: Em 2014, acumulamos um prejuízo superior aos 40 bilhões de dólares em nossas contas externas; Tivemos um rombo histórico de 10 bilhões de Reais no Fundo de Amparo ao Trabalhador; Neste ano, a dívida do governo federal poderá alcançar incríveis 2,32 trilhões de Reais, segundo a Agência Brasil; A inflação estourou o teto da meta; Desemprego, criminalidade e corrupção em alta; Educação, Saúde e Produtividade em baixa... A lição do pesadelo é simples: Devemos levar Política mais a sério que futebol!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Não vamos nos curvar!


Exigimos que as disposições do Código Ambiental de Rolândia e da Lei Municipal nº 3.027/2004 sejam cumpridas e os recursos do ICMS Ecológico sejam carreados (em regime de urgência) para o Fundo Municipal de Meio Ambiente (FMMA) para serem aplicados em prol da preservação ambiental e da qualidade de vida das presentes e futuras gerações sob a orientação e fiscalização do COMDEMA, conforme Lei. Não iremos nos calar, enquanto a Lei estiver sendo descumprida por esta "administração" pouco democrática que sobrevive graças a uma medida liminar! Vamos seguir na LUTA!

terça-feira, 1 de julho de 2014

COMDEMA: presidente não respeita decisões!


TRUCULÊNCIA: Sob reles argumento, o presidente do COMDEMA, Paulo Roberto de Oliveira (vulgo Funasa) e o secretário de meio ambiente, Márcio Kolarovic, estão se recusando a acatar as deliberações aprovadas pelo Plenário do Conselho. Trata-se de nova demonstração de truculência, arbitrariedade e falta de respeito aos Munícipes que, voluntariamente, desenvolvem um belo trabalho no COMDEMA. Atitude condenável! 

O luxo de hoje é a necessidade de amanhã...


"Para formar um conceito correto do significado social do consumo de luxo é necessário, acima de tudo, compreender que o conceito de luxo é inteiramente relativo.  Luxo consiste em um modo de vida de alguém que se coloca em total contraste com o da grande massa de seus contemporâneos.  O conceito de luxo é, por conseguinte, essencialmente histórico. Em meados do século XIX, considerava-se um luxo ter um banheiro dentro de casa, mesmo na Inglaterra.  Hoje, a casa de todo trabalhador inglês, do melhor tipo, contém um.  Ao final do século XIX, não havia automóveis; no início do século XX, a posse de um desses veículos era sinal de um modo de vida particularmente luxuoso.  Hoje, até um operário possui o seu.  Este é o curso da história econômica.  O luxo de hoje é a necessidade de amanhã".