Google+ Followers

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Com o chapéu alheio?

Luiz Pinguelli Rosa, foi presidente da Eletrobras no governo Lula;

Para o ex-presidente da Eletrobras no governo Lula e professor do Coppe-UFRJ, Luiz Pinguelli Rosa, a proposta do governo Dilma não levou em conta “o valor necessário para as empresas manterem a qualidade do sistema e continuarem a investir na geração de energia. A medida irá gerar desemprego e sucessivos apagões. A queda de 20% para a indústria é uma ficção e o consumidor não vai sentir os 16% prometidos por Dilma” afirma Rosa. O governo poderia demonstrar a sinceridade de seus propósitos isentando os Tributos Federais incidentes sobre a energia, como o PIS/Cofins.  Esta redução poderia ser maior ainda se o Governo banisse a Taxa de Fiscalização da Aneel que não é repassada à instituição, pois fica no tesouro para constituição do superávit primário. 

Um comentário:

  1. Marcello Christiano Gorla (via Facebook): Grande adendo a discussão a opinião do professor especialista no assunto. Volto a ratificar minha opinião o governo nunca corta na própria carne, ele poderia dar o aproveitamento da despesa com energia como abatimento da base de cálculo no IRPJ ou CSLL, como faz no Pis e Cofins. Mas transfere o onus para a iniciativa privada e posa de Robin Hood (jogada eleitoreira). Depois temos o serviço e a manutenção com piora na qualidade. Não desmereço a opinião de que taxas abusivas de serviços essenciais devam ser sobrepujadas, mas que essa medida tem um ar populista e eleitoreiro tem!

    ResponderExcluir