Google+ Followers

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Abra o olho Rolândia!



A corrupção se inicia no processo eleitoral. Quanto maiores os gastos de campanha, menor o compromisso com a Comunidade. Os resultados são catastróficos: Licitações fraudulentas, desvio de dinheiro público, supercabidão de empregos, apadrinhamentos, caos na saúde, educação, segurança...  Infelizmente, Rolândia vive esta realidade!

Acreditamos que o processo eleitoral deve ser justo, sem abuso do poder político e econômico, sem poluição sonora e visual onde todos os candidatos possam apresentar suas propostas em pé de igualdade. Para tanto, defendemos um teto de máximo de R$ 1,00 por habitante para Prefeito e de R$ 0,10 para Vereador. Seria sonhar demais?

PRESTANDO CONTAS: Nos primeiros 60 dias de Campanha arrecadamos um total de R$ 20.900,00 (vinte mil e novecentos reais). Este dinheiro foi utilizado para a confecção de material gráfico e programas de tv e rádio para as Campanhas de Prefeito e Vereadores. O aluguel do comitê (R$ 900,00) também foi através de doação.

Assim sendo, deste total R$ 19.800,00 foram doações de pessoas físicas: Paulo Ademir Farina R$ 7.900,00; Fábio Nogaroto R$ 3.000,00; Paulo Augusto Farina R$ 3.000,00; Vera Modkowski R$ 400,00; Fernando Fernandes da Silva R$ 2.500,00; Antônio da Costa Ramos R$ 3.000,00. A única empresa que fez doação para a campanha foi a Café Itamaraty com R$ 2.000,00.

Fazemos um apelo aos eleitores de Rolândia: Não se deixem impressionar pela força do poder político, econômico e financeiro que está tomando conta das ruas de nossa Cidade. Esta desproporção financeira também é visível nas eleições para Vereador. Abra o olho Rolândia: Voto não se compra, se conquista!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário