Google+ Followers

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Sobre pessoas violentas...


A violência é uma antiga tragédia humana. Os Sábios do Talmud comparam pessoas violentas aos peixes. Um cão não come outro cão, nem uma raposa a outra. Um peixe, contudo, engole outro. E, tragicamente, leciona Bunim (Ética do Sinai, p. 134) "um ser humano é capaz de engolir a outro. Pior ainda, porque um peixe só engole outro menor do que ele, enquanto um homem de caráter vil não se detém diante de outro igual ou melhor que ele". Os violentos não respeitam o patrimônio, o trabalho e a vida alheia: Uma simples leitura do noticiário policial deixa qualquer um desiludido. Não faz muito tempo, o Partido Operário Nacional Socialista dos Trabalhadores massacrou seis milhões de Judeus de forma diabólica. Atualmente, o ditador islâmico al-Bashir comanda um genocídio que já exterminou meio milhão de Cristãos no Sudão. Quão dolorosamente corroboram as suspeitas dos Sábios Hebreus: A civilização só existe a flor da pele! Os avanços tecnológicos e os modos corteses são mera cobertura superficial que encobrem a besta selvagem que está de tocaia por debaixo. Fato: Um homem que fecha seus olhos aos 10 mandamentos é pior que uma fera selvagem! É capaz de qualquer coisa e não se arrepende por seus crimes! Os Sábios nos exortam a não depositar toda nossa confiança nos poderes terrenos. A corrupção e a impunidade parecem não ter fim! Somente o temor à Deus é capaz de impor e manter a moralidade do ser humano! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário