Google+ Followers

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Prioridades para a Saúde!


Fábio Nogaroto, Ministra Gleisi Hoffmann e Paulo Farina.

Rolândia tem pela frente um enorme desafio. Além das condições inadequadas e a péssima estrutura física de nossas 07 Unidades Básicas de Saúde (Postos de Saúde), é constante a solicitação de nossos trabalhadores por mais médicos (clínica geral) em tempo integral para melhorar o atendimento.

Como não poderia deixar de ser, a Saúde será prioridade absoluta em nossa futura gestão. Assim, faremos a contratação e manutenção de médicos e pediatras para todas as Unidades Básicas de Saúde existentes no Município e implantaremos a Farmácia 24 horas.


Para resolver o problema de estrutura física buscaremos mais recursos junto ao Governo Federal. Com recursos próprios, ampliaremos nossas Unidades Básicas de Saúde, a exemplo da UBS/São Martinho. Desta forma, daremos um atendimento mais digno e confortável aos trabalhadores, seus filhos e familiares. 


Destacamos que a Unidade Básica de Saúde do Distrito de São Martinho está passando por  ampla reforma com o investimento R$ 75 Mil conquistados graças a nossa indicação e ao apoio do Deputado André Vargas-PT.


Não temos dúvidas que uma boa estrutura física proporcionará mais qualidade de trabalho aos profissionais e usuários da Saúde. Assim sendo, além de melhorar a estrutura física de nossas Unidades Básicas de Saúde investiremos na formação e qualificação de todos os profissionais do setor. 


É fundamental garantir aos nossos servidores, salários adequados, valorização profissional e avanços na carreira, pois assim estaremos humanizando e melhorando cada vez mais os serviços oferecidos aos cidadãos que precisam de atendimento na rede pública de Saúde.


Finalmente, assumimos o compromisso de manter e ampliar a parceria com o Hospital São Rafael, buscando junto ao SUS a contratualização para os atendimentos realizados aos pacientes de outras cidades da região, garantindo mais recursos e melhor atendimento em nosso Hospital. Na Saúde, Rolândia também poderá ser diferente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário