Google+ Followers

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Coletivismo é escravidão!


Há muitos séculos, fanáticos e saqueadores de todos os tipos pregam a anulação completa do indivíduo e sua submissão total (força, inteligência e patrimônio) aos "interesses da coletividade". Entretanto o que seria a tal coletividade? Uma raça superior, como pregava o nacional socialismo dos trabalhadores? Uma classe superior, como pregam os socialistas/marxistas ou todos nós como pregam os utopistas? E mais: Quem definiria os supostos interesses coletivos? Um líder? Um partido? O estado? A religião? A maioria? Todos nós? Seria viável? Seria possível? Eis as questões... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário