Google+ Followers

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Sobre o monopólio da SANEPAR...


Subscrevo o raciocínio de meu caro amigo Kleber Men: Não vejo problema algum (muito pelo contrário) que empresas de modo geral, sejam elas produtoras de remédios, tratamento de água, comida pensem em lucro. Afinal, empresas possuem responsabilidades trabalhistas, operacionais, tributárias, etc... Quem deve fazer caridade são igrejas, dentre outras instituições sem fins lucrativos. O problema é o monopólio. Qual é a razão que justifica apenas uma empresa explorar a captação de água? Por que a mesma empresa que capta e trata é a que distribui? E acrescento: É justo a Sanepar ficar com o bônus do monopólio enquanto as empresas e cidadãos privados (os mesmos que são perseguidos pela Sanepar por possuírem poços caipiras ou semi-artesianos) fiquem com o ônus do fornecimento de água em um momento de crise de abastecimento? Existe água grátis? Cadê os caminhões pipas da Sanepar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário