Google+ Followers

segunda-feira, 25 de março de 2013

Cidade sem memória?

Igreja Luterana de Rolândia

Gradativamente Rolândia está perdendo sua memória histórica. O triste fato foi objeto de oportuna reportagem da Folha de Londrina, no último Domingo. Infelizmente, a grande a maioria dos Municípios do Norte do Paraná não possuem Leis de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural. Foi assim que perdemos o Hotel Rolândia, Hospital Alemão e vários outros prédios históricos (além dos vários edifícios desfigurados arquitetonicamente). Urge tombarmos os marcos históricos que sobrevivem, dentre os quais citamos: Igreja Matriz; Colégio Souza Naves; Igreja Luterana; Casa de Pedra; Museu Japonês; Igreja e Cemitério de São Rafael; Fazendas Bimini; Vezeroda; Janeta; Santa Cruz; Capelas do Caramuru e Bartira; Coletoria Estadual, Chácara Marabu, etc...

2 comentários:

  1. Pois é uma triste realidade. Tão cheia de cultura, se perde no tempo. Ainda não consigo entender o que fizeram com o Hotel Rolândia. E quando vi que o hospital Alemão estava a chão, não acredite. Cresci em Rolândia e sempre que volto para passear me deparo com uma perda histórica.

    ResponderExcluir
  2. Esse é o problema de um povo que tem vergonha do seu passado.
    Brasileiro só dá valor pro novo, por moderno, mas se encanta quando vem pra Europa e vê tantos prédios seculares e pode passear por entre os livros de história...
    ACORDA BRASIL!!!
    ACORDA ROLANDIA!!!

    ResponderExcluir